3 razões pelas quais os traders ficaram otimistas depois que o preço do Bitcoin subiu para US$ 10,7 mil

0
5
3 razões pelas quais os traders ficaram otimistas depois que o preço do Bitcoin subiu para US$ 10,7 mil
3 razões pelas quais os traders ficaram otimistas depois que o preço do Bitcoin subiu para US$ 10,7 mil

Hoje, o preço do Bitcoin (BTC) aumentou abruptamente em 6%, de US$ 10.136 para US$ 10.743.

Após esta poderosa alta de 24 horas, os analistas agora estão cautelosamente otimistas por vários motivos, mas será que o preço do Bitcoin será capaz de atingir a marca de US$ 11 mil em breve?

Cryptocurrency daily market performance snapshot

Instantâneo diário do desempenho do mercado da criptomoeda. Fonte: Coin360

Atualmente, os fatores que parecem estar elevando o sentimento do investidor são as taxas de financiamento negativas, a atividade das baleias BTC e a recente fraqueza do dólar americano.

As taxas de financiamento são neutras ou negativas na maioria das exchanges

BTC/USD daily chart

Gráfico diário de BTC/USD. Fonte: TradingView.com

No momento, a taxa de financiamento do Bitcoin em várias exchanges de futuros é neutra ou negativa, apesar de o preço pairar acima de US$ 10.000.

As exchanges de futuros de Bitcoin utilizam fundos para garantir que haja equilíbrio no mercado e isso desincentiva a maioria do mercado no sentindo de evitar que o mercado oscile para um lado por um período prolongado.

Se os contratos longos ou os traders que apostam no aumento do preço do Bitcoin representarem a esmagadora maioria, eles precisarão pagar aos detentores de contratos curtos. O oposto se aplica se os detentores de contratos vendidos dominam o mercado.

Quando a taxa de financiamento fica negativa, isso significa que a maioria do mercado está vendendo BTC. Normalmente, quando as taxas de financiamento permanecem abaixo de zero, isso causa um pequeno aperto e um aumento no preço do BTC. Também pode ser uma indicação de que a aposta curta está superlotada, aumentando a probabilidade de um aumento.

Um popular trader conhecido pelo pseudônimo “DonAlt” tweetou que é “estranho” ver um sentimento de baixa com taxas de financiamento negativas. Ele disse:

“É muito, muito estranho ver o sentimento ser tão  de baixa, com financiamento neutro ou negativo acima de US$ 10 mil. Acho que não consigo me lembrar de uma época em que isso tenha acontecido antes. ”

O trader também observou que vê uma absorção da pressão de venda em US$ 10.000. Ele adicionou:

“Agora estou vendo uma absorção de US$ 10 mil, parece que as únicas pessoas que vendem são pessoas com derivativos e eu fechei minhas vendas para ver como será a próxima semana.”

O superlotado mercado de Bitcoins com contratos curtos coincide com algumas das principais baleias possivelmente retirando suas posses da bolsa.

Atividade das baleias otimista

De acordo com o Whalemap, um grupo de analistas on-chain que rastreia a atividade cripto das baleias, os principais compradores moveram seu BTC em 23 de setembro.

A map of unspent HODLer Bitcoin

Um mapa de Bitcoin HODLer não gasto. Fonte: Whalemap

Os analistas disseram que os principais compradores que movimentam seus fundos costumam ser um catalisador de alta para o BTC. Eles explicaram:

“Os principais compradores estavam movimentando suas moedas ontem. Pela minha experiência pessoal analisando essa métrica, no dia seguinte após a mudança dos principais compradores, vem uma alta. ”

O dólar se enfraquece

Conforme o número de casos da COVID-19 aumenta nos EUA, os legisladores estão presos em um impasse sobre o futuro de um pacote de estímulo muito necessário, e isso está levando estrategistas a especular sobre o enfraquecimento do dólar americano.

Antes da recuperação inicial, Michael van de Poppe, um trader em tempo integral na Bolsa de Valores de Amsterdã, disse que uma faixa de US$ 10.700 a US$ 10.800 para o Bitcoin era provável.

O trader enfatizou que, se o dólar cair, a faixa de US$ 11.200 a US$ 11.400 pode ser uma meta razoável. Ele escreveu:

“Legal, nós estamos mantendo esse nível aqui. [O BTC] parece pronto para testar as áreas de US$ 10.700-10.800 e talvez até US$ 11.200-11.400 se o dólar diminuir um pouco. ”

LEIA MAIS: