Documentos apontam Novacap como responsável por viaduto que caiu no Eixão

0
8

Anotações de Responsabilidade Técnica apresentadas ao TCDF e registradas no Crea-DF indicam responsabilidade da estatal com a estrutura

MANOELA ALCÂNTARA

viaduto no eixão sulMICHAEL MELO/METRÓPOLES

Dois anos e sete meses após a queda do viaduto no Eixão Sul, na altura da Galeria dos Estados, o Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) recebeu uma série de documentações no processo que apura a responsabilização pelo buraco que se abriu no coração de Brasília, em 6 de fevereiro de 2018. Na última quarta-feira (23/9), em sessão restrita, os envolvidos nas apurações prestaram esclarecimentos sobre o elevado e sua queda.

Em uma das apresentações, surgiu um recorte de informações ainda não abordado a fundo no processo. Uma manifestação da Associação dos Engenheiros do Departamento de Estradas de Rodagem do DF (Assender), na qualidade de “amicus curiae” – parte que não integra o processo oficialmente, mas colabora prestando informações –, detalha quatro Anotações de Reponsabilidade Técnica (ARTs), registradas no Crea, que apontam a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) como responsável pelo viaduto e por sua reforma.

Esses documentos tratam de processo iniciado em 2013 e com projeto da Soares Barros Engenharia (SBE), pago com dinheiro público. As ARTs, instrumentos nos quais os profissionais registram as atividades técnicas solicitadas através de contratos, classifica a Novacap como proprietária do viaduto para executar projetos de obras de reforma. O processo para contratação das obras foi autuado na Novacap em 25 de junho de 2014.

Veja:

REPROUÇÃODocumento do Crea Viaduto

Fonte: MANOELA ALCÂNTARA/ Metrópoles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here