Páscoa: brasileiro pretende comprar chocolate, mas gastar menos | Exame

0
80

Ovos de Pascoa; vendas; chocolate; comercio; supermercado na pascoa; consumo

Pesquisa revela hábitos de consumo planejado pelos brasileiros nesta Páscoa (Leandro Fonseca/Exame)

A pandemia da covid-19 muda o comportamento do consumidor também no feriado de Páscoa. Para entender mais sobre o consumo de chocolates e a expectativa das comemorações a empresa de tecnologia especializada em pesquisa digital MindMiners realizou uma pesquisa com 500 respondentes através do painel MeSeems entre os dias 2 e 8 de março.

O que os empreendedores de sucesso têm em comum? Inovação será a chave de 2021. Fique por dentro em nosso curso exclusivo 

Segundo a pesquisa, divulgada em primeira mão na EXAME, para os brasileiros a Páscoa é um momento de consumir chocolates, celebrar os significados religiosos e se reunir com amigos e familiares. No cenário fora da pandemia 61% sempre se reúne com amigos e/ou familiares para comemorar a Páscoa; 63% declara que a Páscoa é uma celebração importante para sua religião e 59% realizam o tradicional almoço de domingo de Páscoa na maioria dos anos.

Veja também

Por conta do isolamentos social ainda existem dúvidas em relação às restrições de circulação, o que pode ser o principal motivo de muitos ainda não terem uma definição de como irão comemorar a data. Na pesquisa, 67% afirmou comemorar apenas com as pessoas com quem moram caso as restrições de circulação forem mantidas, sendo que 17% ainda não decidiu.

Consumo

O consumo de chocolates e doces não irá diminuir significativamente na Páscoa de 2021, quando comparado com o ano anterior. Em geral, o mesmo percentual de pessoas que consomem esses alimentos pretendem manter o consumo esse ano, sendo que 56% costuma comprar chocolates (bombons e barras) para comemoração da Páscoa, e 49% pretende manter esse hábito em 2021. Já 15% irá comprar outros tipos de doces para a páscoa e 11% pretendem comprar colomba pascal. Outros itens também estão na lista [veja abaixo].

Entre os que pretendem comprar, 43% farão as compras em lojas físicas. Já dos 55% dos que não vão comprar ovos não o farão pelos preços estarem muito caros. O desemprego e necessidade de economizar é o fator determinante para cerca de 21%.

A crise econômica também faz com que o brasileiro pense em gastar menos com alimentos para a Páscoa. Apenas 16% pretende gastar mais com ovos de Páscoa e 40% pretende gastar menos. O indicador é parecido com chocolates em geral e colomba pascal. Para peixes 34% pretendem gastar menos, indicador que chega a 44,7% em carnes bovinas e suínas.

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente? 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.