'Vendi minha casa em 2014 e comprei tudo em Bitcoin quando ele custava US$ 300', revela CZ, CEO da Binance

0
76
'Vendi minha casa em 2014 e comprei tudo em Bitcoin quando ele custava US$ 300', revela CZ, CEO da Binance
'Vendi minha casa em 2014 e comprei tudo em Bitcoin quando ele custava US$ 300', revela CZ, CEO da Binance

O CEO da Binance, Changpeng Zhao, CZ, revelou como ele entrou ‘com tudo’ na indústria de criptoativos em 2014, ao vender sua casa em Xangai e comprar tudo em Bitcoin, quando o BTC ainda estava sendo cotado em torno de US$ 300.

As revelações de CZ foram feitas em uma entrevista para a LatePost na qual o empresário, sempre muito reservado, contou detalhes sobre seu ingresso no mundo dos criptoativos.

Segundo revelou o empresário, seu primeiro contato com o Bitcoin foi em 2013 quando ele pegou o paper do BTC e achou a ideia muito interessante.

Porém ele argumentava que para o BTC funcionar ele precisaria de um comunidade dando suporte e impulsionando a adoção da criptomoeda e, para verificar isso, foi a uma conferência em Las Vegas, onde todos os grandes nomes da indústria, incluindo Vitalik Buterin, criador da Ethereum, estavam lá.

“Quando fui lá, descobri que essas pessoas eram muito sinceras e trabalhadoras. Naquela época, um homem me transferiu algumas moedas para me ensinar a usar a carteira. Depois de aprender, eu disse que transferiria as moedas de volta para ele. Ele disse que não, você pode mantê-lo e usá-lo para ensinar outra pessoa. Dei uma olhada. Custava cerca de US$ 300 dólares, alguns milhares de RMB. Essas pessoas não têm a intenção de roubar dinheiro ou fazer coisas erradas”, pensei.

Então, após esse momento, CZ, que trabalhava então no mercado tradicional, resolveu que ali havia oportunidade de crescimento e arriscou tudo que tinha ao vender sua casa em Xangai para comprar Bitcoin.

“Quando estava saindo do aeroporto após a reunião, disse que venderia minha casa e compraria bitcoin, e que deixaria meu emprego e me uniria a 100% da indústria, fosse ela qual fosse”, revelou.

A casa ‘caiu’ e CZ perdeu

Segundo CZ ele não pensou muito na época sobre o que estava fazendo pois ele era jovem e quase não tinha muito dinheiro mas uma vontade de empreender, então viu no Bitcoin a oportunidade que lhe faltava para se arriscar.

“Nunca digo às pessoas que você deve apostar tudo, mas posso correr meus próprios riscos”, disse.

Porém a aposta não deu muito certo no começo pois a casa que CZ vendeu dobrou de valor devido a desenvolvimentos que ocorreram na região e, em contrapartida o Bitcoin viu seu preço despencar em uma forte correção do mercado que levou a criptomoeda a recuar mais de 30% do preço de entrada de CZ.

Tudo isso obrigou CZ a voltar a trabalhar para os bancos tradicionais, dos quais queria fugir.

“Lembro que menos de um ano depois de vender minha casa, o preço da casa dobrou e o Bitcoin caiu para um terço de seu valor original, o que é uma diferença de seis vezes. Naquela época, eu estava sob pressão. Todo mundo estava errado ou eu estava apenas errado? Provavelmente, eu sou o único errado. Mas eu não conseguia ver por que estava errado, porque pensei que era o futuro. Em 2001, quando a bolha das pontocom estourou, Amazon, eBay e até mesmo o Google também perderam 98% de seu valor. Todos passaram por essa fase.” disse.

Porém a dificuldade financeira, segundo CZ, não lhe fez vender seus Bitcoins que foram guardados e, embora, ele não tenha revelado o valor, boa parte destes BTCs estão com ele até hoje.

“99% dos meus ativos estão em criptomoeda e está tudo em BNB e uma pequena fração dele em bitcoin”, disse.

Agora milionário, CZ revelou que nem pensa em fazer o contrário e usar seus criptoativos para comprar uma casa como a que no passado foi vendida para virar Bitcoin.

“Eu não invisto em casas, eu não compraria uma casa agora. A liquidez é muito fraca”, finalizou.

LEIA MAIS