Preso suspeito da morte de investidor em bitcoins dentro do Porsche

0
31
1.1 milhões de novatos em pânico vendem Bitcoin enquanto hodlers não se abalam
1.1 milhões de novatos em pânico vendem Bitcoin enquanto hodlers não se abalam

Wesley Pessano, de 19 anos, foi morto a tiros em 4 de agosto dentro de um Porsche vermelho. Homem que teria recrutado assassinos foi preso

Wesley Pessano

Rio de Janeiro – Agentes da 125ª DP (São Pedro da Aldeia) prenderam Ananias da Cruz Vieira acusado de recrutar os assassinos do investidor em bitcoins e youtuber Wesley Pessano, de 19 anos. Ele foi executado a tiros no dia 4 de agosto deste ano dentro de um Porsche vermelho, em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos.

Polícia Civil faz operação para prender mais um acusado de morte de Wesley Pessano

Viera foi detido pelos agentes em uma casa em Guarapari. Espírito Santo, na manhã desta terça-feira (2/11). Além de contratar os executores, ele teria realizado o pagamento. Policiais cumpriram ainda mandados de busca e apreensão nos endereços Marcelo Eduardo Vieira e Carlos Henrique de Souza Neto, em Rio das Ostras, Região dos Lagos.

O investidor Wesley Pessano, de 19 anos, foi assassinado a tiros dentro de um carro de luxo, na Região dos Lagos, na quarta (4/8)

Oito acusados de participação no crime já foram presos. Mas, segundo a polícia, as investigações continuam para identificar o mandante e esclarecer a motivação do assassinato. Há suspeita de queima de arquivo e também suposta guerra pelo mercado de criptomoeda.

Ostentação

Pessano ostentava uma vida de luxo e prometia liberdade financeira para os seus mais de 130 mil seguidores nas redes sociais. No Instagram, ele se apresentava como “trader”, ou seja, um investidor de operações de curto prazo. O jovem, que morava em Cabo Frio, garantia ter obtido lucros de R$ 13 mil em um minuto e prometia ajudar as pessoas de graça a prosperar com investimentos em bitcoins.

A empresa Ares Consultoria e Investimentos da qual Pessano era sócio encerrou suas atividades após o crime.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here