Saúde cria canal oficial no aplicativo Telegram – Secretaria de Saúde do Distrito Federal

0
47
Saúde cria canal oficial no aplicativo Telegram – Secretaria de Saúde do Distrito Federal
Saúde cria canal oficial no aplicativo Telegram – Secretaria de Saúde do Distrito Federal

Plataforma vem somar no acesso às informações do SUS no Distrito Federal

 

ÉRIKA BRAGANÇA, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

A Secretaria de Saúde do DF agregou em seu rol de comunicação a ferramenta Telegram como mais uma opção de canal de informação ao cidadão. O objetivo é alcançar um público maior já que não possui limite de inscritos, além de não sofrer restrição quanto ao encaminhamento de informações.

 

A população poderá seguir e buscar pelo canal Secretaria de Saúde do DF na busca do Telegram. Nele, serão divulgadas informações importantes da pasta, principalmente, notícias, campanhas publicitárias e outras informações institucionais.

 

imagem29-04-2021-00-04-36

Ferramenta está à disposição da população do DF – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

A função do Canal do Telegram não é tão recente assim. No entanto, o aplicativo, agora, com as quedas de performance e questões de privacidade relacionadas a outros concorrentes, tem ficado cada dia mais popular. A pasta considerou a ferramenta ainda porque existe pessoas que também não são tão ligadas às redes sociais e muitas vezes não gosta, ou tem dificuldade, mas querem estar por dentro dos assuntos sem estar em grupos ou lista de transmissão.

 

De acordo com José Carlos Barroso, chefe da Assessoria de Comunicação da SES/DF, o espaço é mais uma opção para democratizar a informação de forma rápida e gratuita, que pode ser facilmente acessada e compartilhada. Além disso, a exemplo de órgãos públicos federais, e diante das dificuldades já enfrentadas no WhatsApp, pela equipe Ascom, estar no Telegram é estratégico diminuindo ainda o esforço e tempo de alimentação de conteúdo junto à equipe existente.

 

“Com o canal, não é necessário o cadastramento de nenhuma pessoa, a inscrição é facultativa; também não há limitação de 256 pessoas para as atuais listas que temos em nosso celular com o WhatsApp. Com isso, podemos alcançar um público infinitamente maior porque todas as postagens ficam visíveis e disponíveis desde o seu início, ou seja, mesmo que a pessoa se inscreva depois, ela terá acesso ao histórico da SES/DF. A ferramenta ainda é capaz de dispor as informações com um anexo público maior e sem comprometer a memória do aparelho, ficando disponível na nuvem”, afirmou Barroso.

 

Outro recurso interessante para a comunicação são as hashtags, que funcionam de forma similar às outras redes sociais. Ao falar sobre um tema específico, como #VacinaDF, pode-se utilizar a hashtag na frente do termo e, assim, ela se torna clicável. O que significa que ao clicar, o usuário vê todas as mensagens do grupo sobre este tema. Outra opção interessante é que você pode organizar os assuntos por pastas e ainda manter o aplicativo ativo tanto no desktop quanto em outros celulares simultaneamente.

 

Não deixe de seguir a SES-DF! O Telegram está disponível tanto para a plataforma Android quanto IOS.