VEJA: Laudo revela causas da morte da cantora Paulinha Abelha

0
47

Foram encontradas 16 susbstâncias no corpo da artista, como anfetaminas e barbitúricos

Paulinha morreu no dia 23 de fevereiro após 12 dias internadas em hospitais de Aracaju

Paulinha morreu no dia 23 de fevereiro após 12 dias internadas em hospitais de Aracaju. O laudo feito após a morte da cantora Paulinha Abelha, da banda Calcinha Preta, revelou que quatro doenças foram responsáveis pelo falecimento da artista: meningoencefalite, hipertensão craniana, insuficiência renal aguda e hepatite. A informação foi divulgada pelo programa “Domingo Espetacular”, da Record TV.

Paulinha deu entrada no hospital com um quadro de insuficiência renal, que logo progrediu para seguidas infecções. No caso da meningoencefalite, uma inflamação do cérebro, as causas ainda são procuradas, mas foram encontradas 16 susbstâncias no corpo da cantora, como anfetaminas e barbitúricos. Os medicamentos também podem explicar a hepatite. 

Um dos medicamentos, encontrados no corpo da artista, é um tarja preta comumente usado no tratamento do Transtorno do Déficit de Atenção (TDAH). O remédio fazia parte de uma receita médica fornecida pela nutróloga que acompanhava Paulinha. A artista também fazia uso de um antidepressivo, um redutor de apetite, calmantes naturais, estimulantes, cápsulas para memória e uma fórmula que promete reduzir medidas, manipulada com a erva asiática garcinia cambogia.

Paulinha morreu no dia 23 de fevereiro após 12 dias internadas em hospitais de Aracaju, em Sergipe, onde morava com o marido e o pai. Ela passou mal durante os dias da sua turnê com a banda Calcinha Preta, mas preferiu retornar a sua cidade natal para procurar atendimento médico. A cantora entrou em coma profundo e teve a sua morte cerebral diagnosticada. 

Fonte: A Tarde

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here